quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Apafec e Associação Vital participaram do Programa Bate Bola


A Apafec (Associação Paulo Freire de Educação e Cultura Popular) e a Associação Vital Fraiburgo de Karatê, participaram nesta quarta-feira (27/08), do Programa Bate Bola da Rádio Fraiburgo, que vai ao ar de segunda a sexta-feira das 18h15min até as 19h00min, apresentado pelo comunicador Jonatam Cordeiro.


O objetivo da participação foi para divulgar da Ação Solidária Entre Amigos 2014! O comunicador Jonatam Cordeiro, assumiu o compromisso de ampliar seu apoio a essa ação que visa captar recursos financeiros, para a manutenção e ampliação dos projetos sociais das duas entidades.


Associações Esportivas, Culturais e Recreativas de Fraiburgo e região, supermercado e lojas que queiram contribuir com a venda das cartelas da Ação Solidária Entre Amigos 2014, podem fazer contatos pelos fones: (0**49) 9952 – 4410(tim) e ou 9113 – 2959(vivo) com Luiz Coelho  e também (0**49) 9931 – 6598(tim) e ou 9111 – 6453(vivo) com Jilson.

Tomado do Portal da Apafec


Siga o blog pelo twitter: @Esportes_Debate 

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Conheça os semifinalistas do Campeonato de Futebol Suíço da Cidade de Macieira

No ultimo domingo (24/08), aconteceram quatro partidas válidas pela 3ª e ultima rodada da primeira fase do 8º Campeonato Municipal de Futebol Suíço de Macieira. Os semifinalistas são:
AGM Marques enfrenta o Baixo Santo Antonio na semifinal
 
 Baixo Santo Antonio enfrenta o AGM Marques na semifinal
Corinthians enfrenta o Internacional na semifinal
 Internacional enfrenta o Corinthians na semifinal
As duas semifinais, acontecem no próximo domingo dia 31/08. As 14h00min se enfrentam AGM Marques e a equipe do Baixo Santo Antônio, este que será o jogo dos invictos, pois ambas as equipes ainda não experimentaram o sabor da derrota no evento. As 15h30min, acontece o clássico entre Corinthians e Internacional.

Dados até o momento do evento:
Equipes: 8;
Atletas e dirigentes envolvidos diretamente: 110 pessoas;
Jogos na primeira fase: 12 jogos;
Gols Marcados: 52 gols;
Gols por Partida: 4,33 gols por partida;
Cartões Amarelos: 14 cartões;
Cartões Amarelos por Partida: 1,16 cartões por partida;
Cartões Vermelhos: Nenhum.

Por Paulo Eduardo Gonçalves da Silva – Popular Tico-tico.


Siga o blog pelo twitter: @Esportes_Debate

sábado, 23 de agosto de 2014

“A estrutura do nosso futebol é reacionária, corrupta e corruptora”.


Juca Kfouri é uma referência de jornalismo esportivo comprometido com os fatos e o crescimento do esporte no Brasil. Tal postura, por si só, o fez romper com os círculos de poder dos dirigentes. Nesta entrevista, ele analisa a situação do futebol brasileiro e o futuro após a votação da Lei de Responsabilidade Fiscal no esporte.

Brasil de Fato – Às vésperas da votação do Proforte na Câmara, a presidenta Dilma se reuniu com o Bom Senso numa semana e na outra com os clubes. O que está em jogo?
Juca Kfouri – Aprovando como os clubes querem, ao invés de mudar o modelo de gestão do futebol brasileiro, teremos mais uma maneira de disfarçar os problemas dele. Eles vão fingir de novo que vão pagar as dívidas e não vão ser responsabilizados se não pagarem. A contrapartida a isso é que se aprove aquilo que o Bom Senso quer: que a cada benefício para os clubes na renegociação da dívida, haja uma responsabilidade correspondente. Foi o compromisso que a Dilma assumiu com o Bom Senso.

Brasil de Fato – As eleições de Belluzzo (Palmeiras), Dinamite (Vasco), Bandeira de Mello (Flamengo) e Bebeto de Freitas (Botafogo) representavam uma “esperança”. Por que fracassaram?
Juca Kfouri – O problema estrutural é tão grande, a estrutura do nosso futebol é tão reacionária, tão corrupta e corruptora, que a questão não se altera com nomes. As pessoas acabam tragadas por ela. Houve uma inversão. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol), que deveria ser uma entidade a serviço dos clubes, virou uma entidade a serviço de si mesma. As federações, que deviam ser meios, viraram fins. E os clubes acabam se submetendo a isso de maneira subserviente. Os clubes deveriam virar sociedades empresariais. Não como na Inglaterra, que permite a um sheik ou um milionário russo comprar um clube, mas como na Alemanha, que se garanta 51% para os sócios, permitindo uma gestão profissional.

Brasil de Fato – A primeira edição da Copa Verde entre clubes do Norte, Centro-Oeste e Espírito Santo acabou decidida no “tapetão”. O que acha disso?
Juca Kfouri – A primeira questão é a criação de paliativos. Por exemplo, um bom paliativo é a Copa do Nordeste, mas dura menos tempo do que deveria. O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), como é, vira um instrumento de poder. Ele tem a mesma eficácia da escala de árbitros, que permanece sob o jugo das entidades. Tanto a arbitragem como a justiça desportiva deveriam ser instituições absolutamente independentes das federações e dos clubes. Na verdade, as federações não fazem mais nenhum sentido, é como jabuticaba, só tem no Brasil. Tem que ser como na COPA DO MUNDO, o chamado rito sumário. Você tem o regulamento, as faltas, o que equivale a cada falta em termos de punição e simplesmente se aplica. Não essa palhaçada bacharelesca que a gente tem aqui. Mas é muito difícil porque faz parte dessa estrutura podre do nosso futebol.
 
Juca Kfouri
Brasil de Fato – A CBF é uma entidade privada, o que dificulta as mudanças. Como democratizá-la e qual o papel do governo e da sociedade nisso?
Juca Kfouri – O torcedor, por enquanto, se restringe à questão dos resultados dentro de campo e a sua indignação não passa disso, porque ele não vê a questão estrutural. A CBF é privada, mas de óbvio interesse público. O futebol é patrimônio cultural do povo brasileiro, submetido à fiscalização do MP (Ministério Publico). O hino e as cores do uniforme da seleção não são da CBF, são do Brasil. O artigo 217da CF (Constituição Federal), que fala da autonomia das entidades, é o escudo que a CBF usa por não usar dinheiro público, diferentemente dos esportes olímpicos. Há uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), aprovada por unanimidade, no sentido de que autonomia não equivale à soberania. A universidade pública no Brasil é autônoma, e deve ser, mas isso não dá a uma faculdade o direito de estabelecer o currículo que ela queira. Quem estabelece é o Ministério da Educação. A autonomia deveria ter este limite. Não tem porque estamos no país dos bacharéis que gostam da ambiguidade e quando as entidades se defendem falando em nome da autonomia, boa parte dos juízes desconhece essa decisão da STF. Então o caminho é uma PEC, que o governo deveria propor para eliminar essa dúvida.

Brasil de Fato – Dunga estaria envolvido com agenciamento de atletas e Gilmar era empresário até a noite anterior ao anúncio de seu cargo. O que aponta a CBF com essas nomeações?
Juca Kfouri – O passadismo, a mercantilização, a pouca transparência... A pouca vergonha, ela é responsável por transformar a seleção na grande grife do nosso futebol, em detrimento dos clubes. Sou de uma época em que uma excursão do Santos era paga com valores comparáveis a um amistoso da seleção. O calendário impede os nossos clubes de jogarem durante o período de pré-temporada na Europa. Ela vende a sua camisa em todas as lojas esportivas do mundo e você não encontra uma camisa de clube brasileiro nelas. Essa é uma política deliberada de uma entidade que vê o nosso futebol como mero exportador de pé de obra. Não exportarmos o espetáculo, mas os artistas.

Por Bruno Porpetta - do Rio de Janeiro (RJ)

Tomado do portal Brasil de Fato:

Sessenta mil! O que você tem haver com isso?!


A semana que passou, foi especial para o coletivo do Blog Esporte em Debates, temos muito a comemorar, completamos 60.000 acessos! O blog nasceu pela sugestão de leitores e leitoras da coluna Esportes em Debate, publicada semanalmente no Jornal A Coluna.

A você que lê o Blog e a Coluna Esportes em Debate e a todos os envolvidos na construção das matérias e artigos publicados, nosso muito obrigado. São 60 mil acessos, a primeira postagem foi realizada em 19/06/11, desde então foram 842 postagens, abordando vários assuntos relacionados com o esporte fraiburguense, regional, estadual e nacional.

Neste blog não publicamos tabelas de jogos ou de competições, tampouco serve para promover essa ou aquela pessoa, também não fazemos proselitismos de nenhum tipo ou publicamos matérias, notas e ou artigos sensacionalistas. O objetivo central do blog é ser um espaço amplo e plural de debate sobre esporte e suas nuances e outros temas, além disso, ser ambiente de divulgação de matérias, noticias, artigos que geralmente não são publicados em outros meios de comunicação dirigidos ao esporte.

A marca de 60.000 acessos é extremamente importante para nossa história, por isso, somos gratos por mais essa conquista e devemos isso aos nossos leitores/as, críticos/as e incentivadores. Continuem conosco, pois vocês fazem parte da nossa história!

Imagem:


Siga o blog pelo twitter: @Esportes_Debate

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Locais para adquirir cartelas da Ação Solidária Entre Amigos 2014!


A Apafec (Associação Paulo Freire de Educação, Cultura Popular) e a Associação Vital Fraiburgo de Karatê-dô promovem neste ano a 11ª Ação Solidária Entre Amigos! São cinco super prêmios: 1º prêmio: Palio Fire Economy 2014 zero km; 2º prêmio: Tablet Multilaser; 3º prêmio: Bicicleta Houston; 4º prêmio: Forno Micro-ondas Eletrolux e o 5º prêmio: Relógio Masculino Condor.

Comprando uma cartela você tem quatro chances de concorrer aos prêmios, e colabora com duas entidades que atuam em Fraiburgo há mais de 12 anos, valor de cada cartela é apenas R$ 5,00 (cinco reais)! Sorteio pela loteria federal do dia 27/12/2014.

Você pode adquirir suas cartelas nos seguintes locais:
  • Cresol Fraiburgo, situada na rua: Nadarci Brandt – centro, fone: 3246 – 1192;
  • Sala de Inclusão Digital da Apafec, situada na av. Pedro Gianello s/nº – bairro São Miguel, nos seguintes dias e horários: quartas, quintas e sábado (manhas), segunda, quintas e sábados à tarde e segundas e quartas (noites);
  • Dojô Cidadão do Futuro, situado na rua: Angelim Grigolo s/nº - bairro São Miguel, nos seguintes dias e horários: terça, quintas, sábados (tardes e noites), também aos domingos pela manhã;
  • Dojô do Centro, situado na av. Adalberto Schmidt Burda, próximo ao Estádio Macieirão – bairro São José, nos seguintes dias e horários: segundas, quartas e sextas (tardes e noites);
  • Com os integrantes dos projetos sociais da Apafec e da Associação Vital Fraiburgo de Karatê-dô ou pelos fones: (0**49) 9952 – 4410(tim) e ou 9113 – 2959(vivo) com Luiz Coelho  e também (0**49) 9931 – 6598(tim) e ou 9111 – 6453(vivo) com Jilson.

Seja solidário, com os projetos sociais/esportivos das duas entidades! Ajude a gerar cidadania através do esporte!

Tomado do Portal da Apafec:


Siga o blog pelo twitter: @Esportes_Debate 

60.000 (sessenta mil) te dizem algo?

Siga o blog pelo twitter: @Esportes_Debate 

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Continuam a venda as cartelas da Ação Solidaria Entre Amigos 2014


A Apafec e a Associação Vital Fraiburgo de Karatê-dô promovem a 11ª Ação Solidária Entre Amigos, edição 2014! Neste ano são cinco super prêmios: 1º prêmio: Palio Fire Economy 2014 zero km; 2º prêmio: Tablet Multilaser; 3º prêmio: Bicicleta Houston; 4º prêmio: Forno Micro-ondas Eletrolux e o 5º prêmio: Relógio Masculino Condor.

Comprando uma cartela você tem quatro chances de concorrer a todos os prêmios, valor de cada cartela é apenas R$ 5,00 (cinco reais)! Sorteio pela loteria federal do dia 27/12/2014.

Para adquirir suas cartelas, entre em contatos pelos fones: (0**49) 9952 – 4410(tim) e ou 9113 – 2959(vivo) com Luiz Coelho  e também (0**49) 9931 – 6598(tim) e ou 9111 – 6453(vivo) com Jilson.

SEJA SOLIDÁRIO! AJUDE A GERAR CIDADANIA!

Clique no link abaixo e ouça a chamada:


Tomado do Portal da Apafec: www.apafec.org.br

Siga o blog pelo twitter: @Esportes_Debate 

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Segunda Rodada do Campeonato Municipal de Macieira

Aconteceu no domingo dia 17 de agosto a segunda rodada do 8º Campeonato Municipal de Futebol Suíço de Macieira. A competição contou com quatro jogos, envolvendo todas as equipes participantes do certame.

Com o gramado do campo municipal muito pesado em decorrência das chuvas, os jogos tiveram uma grande quantidade de gols em comparação à primeira rodada, a média de gols por partida na primeira rodada foi de 2,75; já neste final de semana a média foi de 5,75 gols por jogo, valor maior que o dobro em comparação à rodada de inicio do evento.

Na primeira partida de domingo a equipe do Baixo Santo Antônio conseguiu sua primeira vitória na competição, frente à equipe do Corinthians por 6 a 4. Na sequencia da rodada em um jogo cheio de emoção empate em 3 a 3 entre Real City e Aparecida.

Pela “chave da morte”, a equipe do AGM Marques garantiu a 1ª colocação da chave com uma rodada de antecipação ao vencer o Internacional por 3 a 0. Também pela temida chave enfrentaram-se Real Maci e Carmo Trintense, em partida muito equilibrada aonde os detalhes realmente fizeram a diferença, ao final vitória do Carmo Trintense por 3 a 1.

No próximo domingo dia 24 de agosto, acontece a ultima rodada da primeira fase, a competição está recheada de indefinições, a única certeza é que sete das oito equipes ainda brigam por três vagas para a fase semifinal da 8ª edição do Campeonato Municipal de Futebol Suíço de Macieira.

Acompanhe abaixo alguma imagens da segunda rodada:

Equipe: AGM Marques
Equipe: Aparecida
Equipe: Carmo Trintense
Equipe: Corinthians 
Matéria e fotos: Paulo Eduardo Gonçalves da Silva (Tico-tico)


Siga o blog pelo twitter: @Esportes_Debate 

Esporte versus drogas! E os investimentos?


O tema esporte versus drogas é muito interessante, pois o esporte é um fator poderoso no que diz respeito ao combate as drogas licitas (álcool e cigarro) e ilícitas. Atualmente infelizmente percebemos avanços no uso das drogas e um consumo cada vez mais abusivo e exacerbado.

O esporte funciona como um dos canais viáveis para trabalhar a questão da conscientização do indivíduo em relação aos malefícios que as drogas trazem a si e a sociedade, os quais às vezes são irreparáveis, o esporte é um mecanismo de prevenção e também de recuperação de dependentes químicos.

São vários os motivos pelos quais podemos nos espantar! Entre eles se o esporte é um bom mecanismo de prevenção e combate às drogas porque os investimentos, ainda estão longe do ideal?

Como maneira de potencializar e incentivar pessoas a se exercitarem, propusemos em janeiro do corrente ano que a Fundação Municipal de Esportes – FME e o Departamento de Turismo de Fraiburgo organizassem, uma Corrida Rústica, com várias categorias e diferentes percursos, assim como a Corrida da Primavera, realizada no ano de 2013.

Além do objetivo de fazer o maior número possível de pessoas se movimentar e estar longe das drogas, o evento esportivo poderia se chamar, “Corrida Rústica Pedro Alindo Germano”, ou seja, prestaria uma justa homenagem a um dos desportistas fraiburguenses que defendeu nosso município, em várias corridas de rua por todo o Brasil, inclusive participando de algumas edições da Corrida de São Silvestre.

Porém, até o momento a FME não se pronunciou sobre a essa possibilidade.

Imagem:
http://www.itribuna.com.br/media/webmedia/files/DIGA_N%C3%83O_AS_DROGAS.jpg 


Siga o blog pelo twitter: @Esportes_Debate 

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Como cidadão fraiburguense, quero esclarecimentos!

Fonte imagem:
http://mw2.google.com/mw-panoramio/photos/medium/88626795.jpg
Li no perfil do jornalista Wilson Cesar Malinoski (https://www.facebook.com/wilsoncesar.malinoski?fref=ts) em uma rede social virtual o seguinte comentário: “Hoje soube que um político ligado ao PP e até suspeito que seja um que tem assento na Câmara de Vereadores esteve tecendo comentários negativos ao meu respeito. Esta critica só começou a ser feita depois do meu posicionamento político atual que contraria a sua vontade. Se lhe devo alguma coisa nobre político e essa divida fere a lei, por gentileza me processe. Até então tenho feito ouvido de mercador e usado meus óculos escuros para não enxergar as deficiências de determinados políticos na minha coluna, um pouco por estar focado mais na qualidade da minha carreira e em parte pela vergonha que tenho de ter dado meu voto nesta legenda que hoje me agride de forma insensata. Não se esqueça, só estou esperando que me deem três motivos para começar escrever sobre: superfaturamento de obras, renuncias de receita, nepotismo cruzado, trafico de influência, compra de votos, abuso de poder, mau uso do dinheiro publico, um o senhor já me deu... falta só mais dois”.

Como cidadão fraiburguense fiquei muito preocupado com o teor do comentário, em especial no trecho: “superfaturamento de obras, renuncias de receita, nepotismo cruzado, trafico de influência, compra de votos, abuso de poder, mau uso do dinheiro publico”, e passei a perguntar-me: A qual dos poderes o jornalista supracitado esta se referindo?

Creio que os vereadores, e integrantes do poder executivo do PP e demais partidos que compõe a atual base aliada que sustenta a administração municipal de Fraiburgo que está como inquilina na casa cinza, devem vir a publico para explicar e esclarecer aos cidadãos fraiburguenses, as declarações do jornalista.

Siga o blog pelo twitter: @Esportes_Debate